Reflexão: Flores do meu jardim.

E você pensou que seria fácil trabalhar e ter seu próprio dinheiro? Achou que seria ótimo comprar suas coisas e não pedir nada pra ninguém? Repense seus conceitos, pois nada é como imaginamos e nem tudo são flores do meu jardim.
Eu, assim como qualquer adolescente, imaginava que trabalhar, ter meu dinheiro e comprar minhas maquiagens seria maravilhoso! Eu não teria que ficar implorando pra minha mãe um dinheirinho pra comprar o celular dos meus sonhos que na verdade eu nunca conseguia. E realmente isso é verdade. Eu comecei a trabalhar e comprei meu iPhone, comprei maquiagens, computador e tudo o mais que eu quis. Mas, para isso, trabalhei MUITO, suei MUITO e quando pedi um paitrocínio (pai + patrocínio), levei um não. Na verdade a resposta foi: trabalha e compra.
Talvez meu pai esteja certo em me negar dinheiro pra "bobagens", mas quando eu não trabalhava se eu implorasse ele teria me dado. Ou talvez não. Ahahaha.
O maior detalhe é que queremos crescer rápido pra trabalhar e comprar nossas coisas, mas esquecemos é que queremos apenas supérfluos! Não vivemos disso. Não comemos isso. Não acendemos isso. Quando crescemos temos que pagar aluguel, luz, água, gáz, telefone, plano de saúde, internet, alimentação, roupas (andar pelado não é pra mim), iptu, algo sempre quebra quando estamos mais apertados e muito mais. As maquiagens, bolsas, roupas, perfumes, sapatos e até mesmo um telefone novo são itens a parte que muita das vezes não conseguimos comprar pois não sobra dinheiro pra isso.
Aí que ta o detalhe. Achamos que crescer é maravilhoso e que nada nem ninguém pode nos deter de fazermos o que quisermos, mas é bem diferente disso. Temos mais compromissos, responsabilidades e problemas. Claro que tem seu lado bom, mas, por mim, eu voltaria no tempo e seria criança pra sempre.
E sabe qual é o pior de tudo? Eu não posso faltar o trabalho porque simplesmente estou com sono (sim, eu fazia isso direto na escola).

Espero que gostem.
Como vocês pensam com relação a crescer e trabalhar?
Beijos!

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário